IMAGENS E NARRATIVAS (PÓS)COLONIAIS

Encontro de Comunicação Intercultural & Cultura Visual

Grupos de Trabalho de Comunicação Intercultural e de Cultura Visual da Sopcom

19 MAR 2021


CONFERENCE PAPER: "(Des)imaginar o colonial: o arquivo fotográfico como agente activo de memória e identidade"



Ao longo das últimas décadas, o cinema, a publicidade, a fotografia, a literatura, as notícias, os manuais escolares, entre outros meios, têm moldado as nossas perceções sobre “nós” e os “outros”, contribuindo frequentemente para o reforço de estereótipos e preconceitos entre os mais diversos grupos humanos, mas também para o questionamento de tais estereótipos e a construção de novos cânones.


As narrativas pós-coloniais questionam o sujeito, a linguagem, a análise literária e cultural, (re)conceptualizando-as. Encontram-se comprometidas com a crítica, a exposição, a desconstrução, a contra-hegemonia, e a transcendência das presenças e dos “legados” coloniais.


Os Grupos de Trabalho de Comunicação Intercultural e de Cultura Visual da Sopcom convidam à apresentação de propostas de comunicação que procurem precisamente o debate crítico e contra-hegemónico, desconstruindo imagens e narrativas (pós)coloniais. Este é um momento de encontro e debate de natureza multi e interdisciplinar, pelo que a apresentação de propostas está aberta a investigadores provenientes de diferentes áreas do conhecimento e das artes, que trabalhem sobre as temáticas em questão.


Programa


11h00-12h00 | Ser também o Outro

Diana Andringa (Oradora convidada) CES, Universidade de Coimbra, Portugal Moderação: Rosa Cabecinhas (CECS, Universidade do Minho, Portugal)


14h00-15h30 | Painel I – Descolonizar imagens e narrativas Moderação: Ana Cristina Pereira (CES, Universidade de Coimbra, Portugal)


A permanência de representações imperiais nos monumentos evocativos da Guerra Colonial Portuguesa André Caiado (CES, Universidade de Coimbra, Portugal)


(Des)imaginar o colonial: o arquivo fotográfico como agente activo de memória e identidade Ana Catarina Pinho (eCDR, University of South Wales, Reino Unido)


Fotografias de uma anomalia e as províncias de significado em contexto colonial Sílvio Marcus de Souza Correa (CFH, Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil)


Of ‘Bushman’* goddesses and Portuguese ethnogenesis João Figueiredo (CEDIS, Universidade de Lisboa, Portugal)

15h30-17h00 | Painel II – Artes visuais, significados e imaginário Moderação: Isabel Macedo (CECS, Universidade do Minho, Portugal)


O cinema nas intermitências do silenciamento: a voz do Outro no imaginário cultural português Tiago Silva, Alice Balbé & Moisés de Lemos Martins (CECS, Universidade do Minho, Portugal)


Tatuagens coloniais num Portugal contemporâneo: a importância da marcação corporal como expressão gráfica na Guerra de Ultramar

Susana Azevedo Cardal (CIAUD, Universidade de Lisboa, Portugal)

‘De Submisso a Político – o lugar do Negro na Cultura Visual’: uma reflexão sobre a palestra-performance de Melissa Rodrigues em busca de novas narrativas Lucas Reis (FBA, Universidade do Porto, Portugal)


Artes Visuais na Instalação das Veredas Críticas: Sertão de novas legências em João Guimarães Rosa

Berta Ponte (Universidade de Évora, Portugal), André Feitosa de Sousa, Edicleison Freitas (Universidade de Coimbra, Portugal)


17h00-18h30 | Painel III – Viagem, fotografia e alteridade Moderação: Ricardo Campos (CICS.NOVA, Universidade NOVA de Lisboa, Portugal)


Fotografias de fronteira no contexto colonial: problemáticas da sua historiografia Teresa Mendes Flores (ICNOVA, Universidade NOVA de Lisboa, Portugal)


Mobilidade, pandemia, digital – um olhar sobre Emmanuel Iduma Antonia Thuin (Casa das Áfricas Amanar, São Paulo, Brasil)


Visualidade e necropolítica: um olhar sobre a Madeira-Mamoré Isabel Stein (FCSH, Universidade Nova de Lisboa, Portugal)


Antropofagia 2.0: interculturalidade e comunicação contemporânea Felipe Melhado (CECS, Universidade do Minho, Portugal)